05 de junho: Dia da Cerveja Brasileira

Lembro-me bem quando foi a primeira vez que tomei uma cerveja “diferente” e também me lembro da minha reação sensorial, da minha expressão facial e do turbilhão de pensamentos surpresos, tudo isso sintetizado em uma única ideia: “Como eu nunca tinha bebido isso antes?”

Infelizmente minha primeira experiência com uma cerveja artesanal não foi no Brasil, até porque quando isso aconteceu, em 2003, o acesso a tais cervejas era bem menor do que é hoje e a divulgação das mesmas era quase nula. O pub em que se deu a minha “primeira vez”, hoje está fechado, brewpub, aliás, que pertence a uma rede de pubs/brewpubs em Vancouver, a Mark James Group. O bar fechou, mas a protelação pela “última saideira” nunca termina e aqui estou eu hoje, um cervomaníaco.

Lembro que, no meu retorno ao Brasil, a dificuldade em se encontrar algum lugar no qual eu pudesse tomar uma cerveja artesanal, produzida ali mesmo, era extrema, pra não dizer que isso era uma missão impossível. Existiam sim alguns estabelecimentos onde eu encontrava o chope da Krug Bier, da Backer, até mesmo nos próprios bares fábrica dessas duas cervejarias, mas faltava alguma coisa que me devolvesse a lembrança das Pale Ale, Brown Ale e India Pale Ale que eu havia bebido em Vancouver.

Dia da Cerveja Brasileira.

Torneiras com várias cervejas premiadas produzidas no brewpub Porterhouse, em Dublin, Irlanda.

Um pouco mais adiante, por volta de 2005/2006, comecei a encontrar algumas cervejas importadas (e algumas artesanais brasileiras) em alguns bares de Belo Horizonte e esse número de bares foi aumentando e tornando-se também mais acessíveis. O número de lojas que vendiam cervejas especiais também estava crescendo até que, em 2009, eu me dei conta de quantas cervejas artesanais brasileiras já estavam ocupando as prateleiras de vários supermercados.

Pronto, as portas de uma revolução cervejeira no Brasil já haviam sido abertas e de lá pra cá a nossa produção cresceu ainda mais, além do número de microcervejarias que também aumentou. O blog Viajante Cervejeiro, em sua visita a algumas cervejarias do Rio Grande do Sul, mostra um pouco dessa diversidade de cervejarias que vêm surgindo em nosso país.

Hoje nossas cervejarias estão começando a exportar para além do Mercosul e têm ganhado uma notoriedade em países de forte tradição cervejeiras, muito disso em virtude de prêmios conquistados no exterior, a exemplo das medalhas de ouro e prata que a cervejaria Wäls conquistou recentemente, na World Beer Cup, com a Wäls Dubbel e Wäls Quadruppel, respectivamente. Sem contar as 25 medalhas que as cervejarias brasileiras levaram dentre as 36 na South Beer Cup 2014, com destaque para a cervejaria Tupiniquim, inaugurada a menos de um ano e que levou 5 dessas medalhas com seus rótulos.

 

Dia da Cerveja Brasileira

Os cervejeiros da Wäls recebendo suas medalhas no World Beer Cup 2014.

E diante de todas essas conquistas, eu me recordo do quase um ano em que morei na Irlanda, entre 2011 e 2012 e me via visitando cervejarias e brewpubs do Velho Mundo, com cervejas premiadas internacionalmente, não raramente com o pensamento certo de que levaríamos uma eternidade para atingir essa realidade, ainda mais vendo os Irlandeses comemorarem o Arthur’s Day, data em homenagem a Arthur Guinness, fundador da cervejaria Guinness, enquanto nós não tínhamos uma data dessa para comemorar.

Dia da Cerveja Brasileira

Brewpub da cervejaria Taberna do Vale, de Nova Lima (MG).
foto: Marcio Rossi

Nunca fiquei tão feliz por estar “redondamente” enganado. Nossas incontáveis medalhas vieram pouco tempo depois e logo quando eu voltei para o Brasil, em 2012, o grupo Blogueiros Brasileiros de Cerveja (BBC), da qual o Destino Cervejeiro hoje faz parte, já havia proposto a celebração do Dia da Cerveja Brasileira, data escolhida em homenagem ao ‘decano’ dos cervejeiros brasileiros, Ruprecht Loeffler, da cervejaria Canoinhense, que faleceu em 2011, aos 93 anos, sendo então o cervejeiro mais antigo ainda em atividade no país.

Dia da Cerveja Brasileira

Na Brasil Bier/South Beer Cup 2014. Eu com o cervejeiro Fabiano Teixeira, criador da Caibeerinha, a primeira cerveja com caipirinha do mundo. Na direita, Felipe Viegas, cervejeiro e proprietário da Taberna do Vale, que conquistou medalha de broze com a Taberna Brown Ale.

E para não poupar os detalhes desse meu erro grotesco, nossas associações de cervejeiros artesanais são mais antigas que as da Irlanda, país com uma produção milenar de cerveja e que inclusive assina alguns estilos de cervejas consumidos no mundo todo.

Dia da Cerveja Brasileira

Em frente ao Brazen Head em Dublin, Irlanda, considerado o pub mais antigo do mundo. Prova que a Irlanda já faz cerveja há mais de 1000 anos.

Não vou entrar aqui nos detalhes burocráticos do setor cervejeiro no Brasil, senão eu deveria escrever uma “parte 2” só com os problemas (políticos, logísticos e etc.) que prejudicam a nossa produção, algo que, em partes, foi muito bem retratado recentemente no blog Dois Dedos de Colarinho.

Enfim, respondo para mim mesmo o porquê de nunca ter bebido algo parecido como aquela Pale Ale no extinto Dix BBQ Pub em Vancouver: nossa produção só foi ganhar alguma expressão a partir dos anos 90, encabeçada pelos poucos homebrewers que surgiram na década de 80, em um viés, se não muito arrisco, parecido com o que aconteceu nos Estados Unidos, que hoje é famoso pela sua produção artesanal. E olha que em meados dos anos 80, meu pai teve umas experiências como homebrewer em minha casa. Pena que daquela época eu só tenho a lembrança sensorial do malte cozinhando, já que eu era muito novo para beber cerveja.

O Dia da Cerveja Brasileira é novo e ainda é pouco conhecido por aqui, mas independente da juventude dessa data e da sua ainda pequena divulgação, as cervejas brasileiras, que chegaram onde chegaram em tão pouco tempo, estão de parabéns.

Um brinde à à nossa cerveja. Cheers Saúde!

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • cerveja feita para gatos
    Conheça a cerveja feita ...
  • banner
    Um brinde a saúde! A ce...
  • Backer - conquista- 5-medalhas-no-Festival-Brasileiro-de-Cervejas-02
    Cervejaria Backer conquis...
  • Melhor-cerveja-festival-brasileiro-de-cervejas-02
    Basilicow é eleita a mel...

BBC