A melhor asinha de frango do mundo no Bar do Hildeu, em Viçosa (MG)

Na região da Zona da Mata mineira está Viçosa, uma cidade universitária, marcada por uma rara diversidade de culturas regionais em se tratando de uma cidade de pouco mais de 70 mil habitantes, onde acontecem inúmeras festas com a presença de um público jovem e animado. Uma cidade com uma quantidade considerável de restaurantes de culinária especializada, além de uma crescente em relação a programas culturais (destaque para o ViJazz and Blues Festival). E é claro, uma cidade onde o que não falta são bares e um deles, em específico, merece destaque: Bar do Hildeu, que é onde eu comi a melhor asinha de frango frita do planeta.

Bar do Hildeu

A entrada do bar. Muitas vezes o público é bem maior.

Este não é um post convencional que trata de cervejas especiais, cervejarias artesanais ou mesmo estabelecimentos especializados em cervejas gourmet. O Bar do Hildeu é um bar como quase qualquer outro e quando eu digo quase, eu quero especificar uma coisa: a raridade em se encontrar um bar que seja a expressão da cultura local de uma cidade, principalmente uma cidade que já sofreu e sofre influências de todas as partes do Brasil. Por isso esse bar merece a atenção do Destino Cervejeiro.

Claro que existem outros estabelecimentos em Viçosa onde são comercializadas cervejas especiais, mas não cabe agora falar deles. É claro também que existem outros bares no melhor estilo “boteco mineiro”, mas nenhum deles concentra uma diversidade tão grande quanto o Bar do Hildeu. Um bar onde não existe distinção de classe, profissão, salário e idade entre seus frequentadores. Todo mundo é bem vindo, todo mundo de bem, eu quero dizer.

O bar já esteve em outro endereço e é comum ouvir histórias dos frequentadores mais antigos a respeito das origens do estabelecimento, sobre quando o “Hildeu filho” ainda era criança ajudando o “Hildeu pai” com seus afazeres diários. Historicamente é um bar que passou de pai pra filho, o que justifica tanta tradição e tanta fidelidade por parte dos “fregueses”. Uma vez freguês do “Hildeuzinho”, sempre freguês.

Eu e o Hildeu

Eu e o Hildeu.

Se eu fosse escrever todas as histórias que eu vivenciei nesse bar, eu teria que escrever um livro, uma trilogia talvez, por isso resolvi não comentar sobre nenhuma delas e escrever apenas um artigo para blog. Mas caso você vá lá algum dia, pergunte ao Hildeu sobre os casos mais engraçados, ou mesmo os mais sérios, e ele terá prazer em te contar, bem como a maioria dos frequentadores. Mas já adianto que o melhor mesmo é passar pelo menos uns dias vivenciando o bar para saber do que estou falando, que é sobre a real sensação de ser um viçosense ou fazer parte de alguma coisa por ali, nem que seja como turista.

É fácil se enturmar por lá, fazer colegas, amigos, companheiros torcedores do mesmo time. Para quem é de fora, é fácil encontrar uma outra pessoa também de fora que seja da mesma cidade que ele e então virarem amigos.

Bar do Hildeu

O balcão.

A cerveja está sempre no ponto, nem congelada, nem quente, sempre ao melhor estilo “mofada”. O tira-gosto nem se fala, coisa de boteco mesmo e com muito capricho para que não se percam as características de tira-gosto de estufa, com muita qualidade, claro. O atendimento sempre de primeira (Hildeuzinho e Mara, quantos pontos eu ganho depois dessa, hein!?) sem nunca faltar a simpatia de sempre. E é lá que você vai poder ouvir todos os “causos” viçosenses, todas as lendas, notícias do dia-a-dia, rir do próximo e também virar alvo de piadas, acompanhar o futebol, que aliás fez do bar uma referência na cidade. Costumo dizer que se o jogo do seu time não estiver passando no Bar do Hildeu, nem no campo ele está acontecendo então. Tudo isso é traduzido em um ambiente que expressa boa parte do que é a cultura viçosense. Uma vez que se conheça tal bar, ao se lembrar de Viçosa, em todos os seus aspectos, lembra-se do Bar do Hildeu, instantaneamente.

A estufa

A estufa em cima do balcão.

A estufa do bar

O “lado de dentro” da estufa.

Com o tempo você acaba conhecendo e reconhecendo certos “personagens” que lá frequentam e por lá fazem história, cada um com suas particularidades, até que você se torne um deles, fazendo parte das rodas de conversa, dos “causos” engraçados, das piadas, até que passem a sentir sua falta, independente de quanto tempo você frequenta o bar. E se isso acontecer, pode saber que de alguma forma você já é considerado amigo, pois amizades são feitas sim em botecos e digo isso pela simples reação esboçada pelo meu amigo Hildeu ou pela minha amiga Mara (esposa do Hildeu e que também gerencia o bar) quando eu apareço subitamente por lá, em uma das minhas visitas à minha cidade natal.

Sem falar na asinha de frango frita, vendida a unidade, sem nenhum molho especial, sem nenhum preparo elaborado, com ingredientes inusitados, raros ou especialmente combinados. Nada além de temperos simples e uma panela com óleo quente. O segredo do tempero? Prefiro não saber e assim ter uma desculpa a mais para estar sempre voltando lá. Só digo que é excelente, tanto que muita gente que detestava frango passou a gostar depois de comer esse famigerado tira-gosto. Difícil é conseguir ir embora sem comer mais uma.

Não se esqueça de experimentar também o bolinho de carne e, caso você dê sorte de encontrar, experimente também o “feijão amigo”.

Asinha de frango

A famosa asinha de frango do Bar do Hildeu.

Vou ficando por aqui, senão vou acabar pegando o primeiro meio de transporte pra Viçosa e passar os próximos dias matando a saudade da melhor asinha de frango do mundo, dos meus amigos e de um dos melhores Botecos (com “B” maiúsculo, por que o Bar do Hildeu é um Boteco bacana, nada de “copo sujo” por lá) que eu já tive o prazer de frequentar.

Um grande abraço a todos e se forem aparecer por lá, não deixem de dizer ao Hildeu e à Mara que eu mandei um abraço.

E se você gostou desse post, não deixe de curtir a nossa página no Facebook www.facebook.com/destino.cervejeiro e nossas outras redes sociais.

Compartilhe e recomende também o post com os amigos.

Muito obrigado.

BAR DO HILDEU

Localização

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • Torresmo do Mocotó
    Restaurante Mocotó e seu...
  • patricks-day.jpg
    St. Patrick’s Day e...
  • pumpkin-experience54417936d09ea.png
    Pumpkin Experience: um ja...
  • Argentina
    Turismo cervejeiro: Argen...

BBC