Amsterdã: muito além do Red Light District

Amsterdã: a simples menção desse nome numa roda entre amigos, numa mesa de bar ou mesmo em uma conversa informal qualquer, já é motivo de sorrisos de canto de boca, piadinhas picantes e comentários maldosos. Também não é por menos, afinal, lá é uma cidade mundialmente conhecida pelo excesso de liberdade dado aos turistas e lojas, conhecidas como Coffee Shops, onde a é legalizada a venda e o consumo de algumas substancias que são ilícitas na maioria dos países (o que vale apenas para os Coffee Shop, sendo “proibido” nas ruas”), enquanto outro atrativo é o Red Light District: um bairro conhecido pelas inúmeras e belas garotas de programa que ficam atrás de grandes vidraças, dentro de cabines, se exibindo para os turistas a fim de pescar mais um cliente. O lugar tem seu charme e eu diria que concentra uma grande quantidade de pubs interessantes, com as mais diversas figuras e turistas do mundo todo e por isso os preços acabam não sendo os dos mais agradáveis. Os preços da cerveja, eu digo.

Red Light District

Uma das várias entradas do Red Light District.

E vamos mudar de assunto e falar logo das batatas fritas de Amsterdã e depois das cervejas, já que cerveja é o obejtivo do blog.

Bom, as batatas fritas são incríveis, muito saborosas, sequinhas e crocantes por fora e macias por dentro. Podem ser encontradas em qualquer lugar, como se fosse pipoca. Também podem ser acompanhadas por molho chilli, catchup, maionese, molho de queijo, blá blá blá… e vamos falar da cerveja.

Amsterdã

O Red Light District durante o dia. Quem vê de longe nem pensa que é o que é.

Em se tratando de cerveja, pensar em Amsterdã sem pensar na Heineken é algo surreal, já que esse nome consolidou, entre todos os bebedores de uma boa Lager, a imagem de “a cerveja da Holanda”.

A Heineken é sem dúvida uma cerveja importantíssima para a história desse país, principalmente em se tratando da história cervejeira, já que ela é quase exclusiva em boa parte dos bares de lá. Mas vou deixar para falar sobre a Heineken em uma outra oportunidade.

Pecado seria também não falar da Amstel, um pouco menos famosa, mas que vem conquistando seu espaço, principalmente nas brechas deixadas pela Heineken, uma vez que a Amstel é um pouco menos amarga e consegue atingir um público que não está muito afim de amargor.

Mas o tema nesse post é outro, ou pelo menos deveria ser. E ignorem o título, o assunto não tem nada a ver com ele e sim com o que ele diz estar além…

Em termos de cervejas artesanais eu não tive felicidade de conhecer muita coisa, mas sei que atualmente a cidade possui alguns Brewpubs (pubs que fabricam a própria cerveja) famosos por suas cervejas de altíssima qualidade.

Brouwerij ´t Ij

A frente do “Brouwerij ´t Ij”, um famoso Brewpubs de Amsterdã.

Brewpub

Detelhe para os nomes, graduação alcoólica e preço das cervejas.

Felizmente eu estive em um desses Brewpubs, por recomendação de várias pessoas entendidas do assunto, mas não saberia dizer se ele é o melhor de todos. O mais interessante é que as cervejas produzidas lá são 100% orgânicas, o que por si só já um atrativo a mais para pesar na escolha de um destino dentro de Amsterdã. Esse é o caso do pub Brouwerij´t Ij, que é um bar anexo à cervejaria de mesmo nome (sendo que Brouwerij significa “cervejaria”, em holandês), onde é possível visitar a fábrica e acompanhar parte do processo de produção e tudo mais, com direito a uma cerveja no final. Eu recomendo, no pub, uma degustação de amostras das cervejas da casa. Ao todo são 5 cervejas diferentes para serem degustadas em copos de 80 ou 100ml e depois de degustá-las, sinta-se a vontade para escolher quais você irá continuar tomando em copos de “gente grande”. Detalhe é que todas as cervejas produzidas lá são servidas na torneira. E se for para recomendar uma de cerveja desse pub, eu recomendo a Ijwit, que é uma witbier com notas de coentro e limão. Indescritível.

Amostras de cerveja

As amostras de cerveja do “Brouwerij´t Ij”.

Outro destaque para a cidade, novamente em termos de cerveja, é o festival PINT BokBierFestival, que é um festival apenas de cervejas Bock. Esse ano aconteceu a 35º edição do festival e cerveja Bok foi o que não faltou por lá. Estiveram presentes quase todas as cervejarias que produzem cervejas Bok na Holanda, podendo ser compradas por € 2,5. A entrada custava € 10,0 e estiveram presentes mais de 10.000 “foliões” em cada dia (26, 27, 28 de outubro).

De longe o PINT BokBierFestival já o maior festival cervejeiro da Holanda e a cada ano está atraindo mais e mais participantes, além de turistas e curiosos de todas as partes do mundo. É um festival que vale muito a pena ir, principalmente se seu interesse é conhecer várias cervejas Bok.

Distrito da Luz Vermelha

Bom, um dos charmes do Red Light District…

Em outros posts sobre a Holanda e sobre Amsterdã, vou tentar falar das grandes cervejarias de lá e falarei também sobre as microcervejarias espalhadas pelo interior do país. No mais, é isso. Se estiver por lá com o tempo um pouco escasso e der vontade de se aventurar “pelos primeiros parágrafos” deste post (incluindo as batatas fritas), reserve umas horinhas para o “resto” do post ou, do contrário, não diga que não avisei: em Amsterdã existem muitas coisas além do “Distrito da Rua Vermelha” (Red Light District). Ah, não deixe de visitar o Bar de Gelo…

SERVIÇO

Brouwerij’t Ij

Endereço: Funenkade 7 1018 AL.

Telefone: +31(0)20 6228325

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • circuito cervejeiro juiz de fora - Copy.jpg
    Lançado o Circuito das C...
  • wassail-brauhaus-cervejaria-hotel-nova-zelandia.jpg
    Pousada com produção de...
  • famine-memorial.jpg
    A Irlanda, Dublin e a Gui...
  • pizza-em-pedaco-vicosa.JPG
    Pizza em Pedaço: cerveja...
  • http://www.blogger.com/profile/14624947411749161586 Almir Ferreira

    Ahhh Amsterdã… um sonho poder passar umas férias ali com muito dinheiro no bolso pra gastar…

    Almir Ferreira
    Rama na Vimana

    • http://www.destinocervejeiro.com/ Johnnie Lustoza

      E olha que Amsterdã não é uma cidade tão cara. Agora, com muito dinheiro no bolso as possibilidades aumentam, com certeza, rsrs. Abraço.

Eventos

BBC