5 bares mal-assombrados na Escócia

A capital da Escócia, Edimburgo, é conhecida por ser uma das cidades com mais atividades paranormais e lugares mal assombrados no mundo. Não é a toa que o Halloween tem, em partes, origem em terras escocesas.

Câmaras subterrâneas de Edimburgo, Escócia.

Câmaras subterrâneas de Edimburgo, Escócia.
foto: Mercattours

Edimburgo é repleta de masmorras, ruas subterrâneas, ruínas e sua história é marcada por lendas fantasmagóricas e relatos assustadores. E como nosso interesse é cerveja, fomos atrás de relatos sobre aparições, atividades paranormais, visões e barulhos estranhos que aconteceram em bares na capital escocesa.

Confira abaixo 5 desses bares mal assombrados, ou pubs e veja se você teria coragem de tomar algumas cervejas sozinho em algum deles.

.

Banshee Labyrinth

Banshee Labyrinth

foto: Divulgação

Conhecido como o bar mais assombrado de Edimburgo, partes do Banshee Labyrinth foram construídas nas infames câmaras subterrâneas da cidade. Tais câmaras, a principio, serviram de espaço para armazenamento de mercadorias e oficinas para os negócios locais, sendo que várias delas eram interligadas por um sistema de túneis. Tais câmaras foram abandonadas ao longo do tempo e passaram a servir de abrigo para indigentes e criminosos, que muitas vezes acabavam morrendo por lá, devido às precárias condições de vida do lugar.

Um dos espíritos que assombra o lugar é conhecido como “O Banshee”. Os Banshees são entidades femininas sobrenaturais conhecidas na cultura celta como a mensageiras da morte.

Certa vez alguns trabalhadores que estavam reformando o bar ouviram um grito ensurdecedor vindo de uma de suas câmaras. Momentos depois, um dos trabalhadores recebeu uma ligação avisando que um membro de sua família havia morrido.

.

The White Hart Inn

The White Hart Inn em Edimburgo, Escócia

foto: Divulgação.

Considerado o bar mais antigo da região central de Edimburgo, o The White Hart Inn também é uma hospedaria famosa por ter hospedado Robert Burns, uma famoso poeta escocês, em sua última visita à cidade em 1791.

Ao longo de sua existência, seus donos e funcionários viram e reportaram muitas coisas estranhas acontecendo. Um dos relatos mais comuns é de uma figura sombria que aparece na porta que leva à adega, sendo que toda vez que acontecia tal aparição, ao checarem a adega, os funcionários sempre a encontravam vazia, sem ninguém.

É comum os funcionários que estão trabalhando na câmara fria presenciarem a porta bater violentamente e fechar sem ninguém para movê-la.

Outro relato comum é de barris que são movidos de um lugar pro outro na adega, sem nenhuma explicação para tal. Os funcionários atribuem a esse espírito da adega os frequentes problemas que acontecem com as torneiras de cerveja do bar, sendo que o principal problema é que, frequentemente, os cilindros de gás, que são responsáveis pela extração de cerveja, estão desconectados, sendo que para fazê-lo é necessário o uso de ferramentas pesadas.

Além disso, a todo momento são ouvidos barulhos misteriosos vindo da câmara fria, bem como da adega.

.

The Last Drop Tavern

The Last Drop Inn em Edimburgo, Escócia.

foto: Divulgação.

Famoso por ter um fantasma que nele reside, o The Last Drop Tavern também foi o local onde aconteceu o último enforcamento na região onde ele está situado. O bar foi reconstruído em um local que servia de abrigo para os cidadãos que sofriam com a fome e miséria no século 17. As pedras do prédio original foram usadas para a reconstrução da estrutura atual.

Muitos funcionários e clientes dizem ver, constantemente, o espírito de uma jovem garota perambulando pelo bar e também na adega. Alguns dizem que essa jovem morou nesse bar nos tempos que ele era um abrigo.

.

Tolbooth Tavern

Tolbooth Tavern em Edimburgo, Escócia

foto: Divulgação.

O Tolbooth Tavern foi construído em uma parte original de um posto de pedágio datado do século 16, o qual também servia como Câmara Municipal, Tribunal de Polícia e prisão. Os fundos do prédio começaram a ser usados como hospedagem a partir de 1750 até o início do século 20, enquanto parte da frente passou a funcionar como bar em 1820.

É comum vários objetos desse bar serem arremessados com força no chão por algum força invisível. Clientes reportam, com frequência, que suas bebidas voam para fora da mesa, enquanto quadros e outros objetos presos nas paredes caem constantemente no chão.

.

Whistlebinkies Live Music Bar

Whistlebinkies Live Music Bar em Edimburgo, Escócia

foto: Divulgação.

Esse é um bar subterrâneo, construído nas câmaras subterrâneas de Edimburgo. Dizem que dois fantasmas habitam esse lugar. Um deles é conhecido como “The Imp”, uma entidade maliciosa que gosta de incomodar os funcionários movendo objetos para assustá-los. Também gosta de ficar parando os relógios das paredes do bar, além de trancar as pessoas nos cômodos do estabelecimento.

O outro espírito foi apelidado de “The Watcher” ou O Observador. Dizem que ele é um espírito quieto, que não mantém contatos próximos com as pessoas, ficando apenas de longe as observando. Dizem que ele tem longos cabelos pretos e que suas roupas lembram as vestimentas do século 17. Ele aparece com mais frequência na área onde ficam os clientes no bar, mas também costuma ser visto em outras áreas.

Pouquíssimas pessoas relataram um contato visual mais próximo desse fantasma, dizendo que o “The Watcher” simplesmente desapareceu diante deles assim que eles se aproximaram.

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • África do Sul
    Turismo cervejeiro: Áfri...
  • Torresmo do Mocotó
    Restaurante Mocotó e seu...
  • Canadá
    Turismo cervejeiro: Canad...
  • Temple Bar
    Temple Bar: um centro cul...

WBeer

BBC