Chopes artesanais viram explosão no cardápio carioca

Chopes artesanais

A cerveja artesanal está virando sensação no Rio de Janeiro. Exigente, o público tem preferido consumir cervejas mais elaboradas e com ingredientes selecionados, mesmo que o produto seja mais caro. O cuidado no preparo em relação às bebidas industrializadas agrega um diferencial à qualidade da bebida, o que tem atraído o público para diversos bares da cidade.

Diferente dos EUA, em que os americanos definem o que é artesanal pela produção volumétrica, no Brasil ainda não existe uma definição de cerveja artesanal. Mas, geralmente ela é caracterizada por produções em pequenas escalas e podem ser feitas em casa para consumo próprio ou ser vendidas em bares locais.

Segundo José Fernandes Júnior, sócio do Lapa Café, existem seis famílias principais de cervejas artesanais: tcheca, alemã, belga, britânica, norte-americana e brasileira. Todas contêm os ingredientes básicos: água, malte de grãos, fermento e lúpulo, e algumas podem conter elementos extras, como frutas, para alterar o sabor e aroma.

Confira então uma lista dos principais bares que oferecem cervejas artesanais e corra para experimentar:

Caverna Bar

Aberto desde o fim de julho de 2014, o Caverna, em Botafogo, na Zona Sul, foi criado pelos amigos Pedro Aliperti, Márcio Barros e Aline Tavares, inspirado nos “rock bar’s” de Nova York, nos Estados Unidos. O cardápio oferece três tipos de chopes artesanais e doze rótulos de cervejas artesanais. O menu também exclui alimentos industrializados e oferece, por exemplo, hamburgueres artesanais, com pão e molhos preparados na cozinha do Caverna, pela chef Aline Tavares, inspirada em food trucks. O bar fica na Rua Assis Bueno, 26.
Brewteco
Com 80 rótulos de cervejas e duas torneiras de chopes artesanais, o Brewteco é umas das opções preferidas dos apreciadores da bebida no Leblon, na Zona Sul. A casa fica onde funcionava o Mariqueira do Leblon, conhecido como Bar do Marreta, na Rua Dias Ferreira, 420. Desde março de 2013 o bar é administrado por Rafael Thomaz, que rebatizou o boteco.

 

Pub Escondido

O Pub Escondido em Copacabana, na Zona Sul, tem 24 torneiras de chopes artesanais para os clientes escolherem. A casa também oferece hambúrgueres artesanais para ninguém beber de barriga vazia. O bar fica na Rua Aires Saldanha, 98.

 

Colarinho
O Boteco Colarinho serve nove tipos de chopes artesanais e costuma ficar lotado tanto nos fins de semana como no happy hour. Um dos destaques é o chope de um litro. Fica na Rua Nelson Mandela, 127, em Botafogo, na Zona Sul.

Botto Bar

Localizado na Praça da Bandeira, Zona Norte, o Botto oferece 21 tipos de chopes – um deles feito na casa – e cervejas artesanais. Em funcionamento desde março de 2013, é decorado com bandeiras de países com tradição na produção de cerveja. O cardápio também oferece um chope grátis ao cliente que pedir um prato no almoço. Durante a Copa do Mundo, o bar deu um chope grátis aos clientes para cada gol marcado por Fred em jogos do Brasil. A promoção foi criada pelo dono, Leonardo Botto, que torce para o Fluminense. Para azar dos frequentadores, no entanto, o atacante balançou as redes apenas uma vez no Mundial. O Botto Bar fica na Rua Barão de Iguatemi, 205.

Espaço Lapa Café

Referência em cervejas artesanais no Rio desde 2009, o Espaço Lapa Café trabalha com 650 rótulos de cervejas artesanais nacionais e importadas. A loja tem quatro tipos feitos na casa – a Da Lapa, Da Glória, Do Catete e Ipa Nema. Até o fim de 2014, o dono José Fernandes Junior pretende oferecer o chope desses rótulos no local. O espaço tem prateleiras com cervejas enfileiradas e cristaleira com 190 tipos de copos. Nas últimas terças-feiras de cada mês, a loja faz uma degustação de oito tipos de cervejas artesanais a R$ 60. No dia da promoção, o Espaço Lapa Café também convida um mestre cervejeiro para dar ensinamentos sobre a bebida. A loja fica na Rua Gomes Freire, 457, na Lapa, Centro do Rio.

Boteco Carioquinha

O Boteco Carioquinha, na Lapa, Centro do Rio, funciona desde 1994 e é administrado desde então pela família de Sérgio Crespo, atualmente sócio. Mas somente em 2010 começou a servir cervejas artesanais. São 287 rótulos e duas torneiras de chopes artesanais. O bar fica na Rua Gomes Freire, 822.

 

Delirium Café

O Delirium Café é a primeira filial na América do Sul do Delirium Café Bruxelas, na Bélgica. A loja do Rio trabalha com 400 rótulos de cervejas tradicionais e artesanais do Brasil, Alemanha, Bélgica, Inglaterra e Estados Unidos. O cardápio ainda inclui 10 torres de chopes diferentes e 20 degustações. A loja fica na Rua Barão da Torre, em Ipanema, na Zona Sul do Rio. A filial central, em Bruxelas, possui desde 2004 a maior variedade de cervejas do mundo, segundo o Guinness, com 2004 rótulos.

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • Mitten cervejaria e pizzaria
    Cervejaria Mitten: cervej...
  • Ouro Preto
    Cervejas especiais e arte...
  • Fondue de Sushi
    Fondue de Sushi e Witbier...
  • Restaurante Sousplat
    Sousplat, sofisticação ...

Empório da Cerveja

BBC