Delirium Café em Bruxelas e suas 2500 cervejas

Já imaginou um paraíso cervejeiro onde fosse possível encontrar quase 2500 rótulos de cervejas, sendo mais de 100 rótulos também disponíveis na pressão ao longo do ano? Um local onde jovens nativos e turistas do mundo inteiro se juntam para conhecer as mais diversas culturas, com um toque de “caçada cervejeira” e descobrir um pouco mais sobre tudo que envolve as culturas cervejeiras espalhadas pelo mundo? Um lugar de preços acessíveis, sem custo de entrada, onde você pode encontrar simplesmente quase toda cerveja da qual você já ouviu falar? Esse lugar, eleito pelo Guinness Book como a maior carta de cervejas do mundo desde 2004 fica no coração de Bruxelas, Bélgica e se chama Delirium Café.

Delirium Café

Delirium Café
fonte: Club Alfa

Originalmente o nome Delirium vem da franquia de cerveja de mesmo nome, a qual inspirou a criação de um pub/café onde suas cervejas pudessem ser comercializadas e servidas de maneira adequada, com os rituais apropriados e tudo que um amante de cerveja preza. Porém a casa não parou de crescer até atingir as proporções atuais, com uma carta de fazer inveja em qualquer cervejeiro, do mais jovem ao mais experiente.

Se fizermos uma média, cada cerveja é servida em uma garrafa/copo de 300ml, contabilizando um total de 750 litros de cerveja, juntando todas as cervejas da casa. Em termos de consumo de cerveja no mundo, um típico alemão da Baviera consome em média 200 litros de cerveja por ano, sendo assim, ele levaria aproximadamente 3 anos e 9 meses para tomar todas as cervejas do Delirium Café, sem considerar o acréscimo de cada vez mais rótulos de cerveja em sua carta.

Recentemente uma empresa alemã apurou que o consumo médio de cerveja entre os brasileiros é de 62 litros por ano, o que nos levaria a empreender mais de 12 anos de nossas vidas para conhecermos todas as cervejas do Delirium Café. É muita cerveja.

A Bélgica é considerada um país referência em termos de cervejas, sendo uma das 3 escolas cervejeiras do mundo (escola Belga, Alemã e Inglesa). A família mais comum produzida por lá é a das Ale, cervejas de alta fermentação, conhecidas pelo seu sabor marcante. A Bélgica também é o berço das cervejas da família Lambic, que são produzidas a partir de fermentação expontânea e geralmente levam muitos meses para ficarem disponíveis para o consumo.

Grande Praça de Bruxelas

O Tapete de Flores na Grande Praça de Bruxelas.
fonte: Intrépido Viajante.

É na Bélgica onde são encontrados 6 dos 11 mosteiros da Ordem Trapista a produzir cerveja sob a supervisão dos seus monges. Os outros mosteiros estão localizados na Holanda (2), Áustria (1), França (1) e Estados Unidos (1).

Os belgas são conhecidos pela sua compreensão em relação aos métodos apropriados para o consumo de suas cervejas, o que varia desde o modo de servir, os tipos de copos, até as melhores formas de harmonização. Não é por menos, já que são produzidos mais de 1500 nomes de cerveja em seu território.

E se a Bélgica é o paraíso da cerveja no mundo, o Delirium Café é o paraíso da cerveja na Bélgica, onde é possível apreciar os mais variados estilos, em seus 3 ambientes, sendo que um deles sempre têm bandas ao vivo, geralmente de rock, para embalar o consumo descontraído e informal de cerveja no local, com música alta e público animado. Os outros ambientes são mais calmos, principalmente durante a tarde, apropriados para aqueles que pretendem desfrutar de uma boa conversa para acompanhar a degustação das mais variadas cervejas.

O cardápio é uma atração a parte, mais parecendo uma lista telefônica, com todos os rótulos de cerveja disponíveis na casa e suas informações técnicas como ingredientes, teor alcoólico e país de origem. Boa parte desses rótulos vem acompanhados de uma pequena descrição da própria cerveja, além de sua história. Uma verdadeira aula prática.

Menu de cervejas

O famoso menu de cervejas.
fonte: Love Good Beer.

A decoração fica por conta dos elementos cervejeiros presentes em uma cervejaria e os atendentes são sempre eficientes quanto ao conhecimento em relação às cervejas, seus estilos e características, podendo sempre indicar alguma cerveja em especial para o seu gosto naquele momento.

O Delirium Café fica em um beco estreito, em um complexo conhecido como “Delirium Village“, onde são encontrados outros bares que servem drinques, vodcas, tequilas e tudo mais que envolve bebidas alcoólicas, todos com dezenas ou centenas de opções, mas sem dúvida o mais chama a atenção são as cervejas.

Delirium Village

Delirium Village.
fonte: 90 Days in Europe.

Se estiver de passagem pela Bélgica ou mesmo por um país vizinho, faça uma força e vá para Bruxelas, que é muito acessível por trem (menos de 2 horas de viagem de Amsterdã, por exemplo, custando pouco mais de 40 euros), o que por sí só vai deixar o seu transporte mais cômodo, permitindo que você desembarque em estações centrais, o que, no caso de Bruxelas, fica muito perto do Delirium Café.

No meu caso eu passei uma noite apenas naquela cidade, seguindo viagem na manhã do outro dia e digo apenas uma frase: “Valeu a pena. Ainda volto lá.” Corrigindo: duas frases.

SERVIÇO

Delirium Café

Impasse de la Fidélité 4‎

1000 Bruxelles

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • Confece
    Festa de 7 anos da Confec...
  • Café Viena
    Café Viena: culinária a...
  • wassail-brauhaus-cervejaria-hotel-nova-zelandia.jpg
    Pousada com produção de...
  • Feijoada e Chorinho no Villa Floriano
    Villa Floriano: Feijoada ...
  • Débora Soares

    Eu já provei a Delirium quando fui à Europa! Cervejas especiais são minha grande paixão!

  • http://www.blogger.com/profile/03189301942271218843 Johnnie Lustoza

    Sou um apaixonado por cerveja e encontrei na Europa um verdadeiro paraíso. Pena que ainda não estamos explorando esse mercado no Brasil, mas gostaria muito de um dia ver todas essas preciosidades mais acessíveis em nossas prateleiras. E convenhamos, todas as Delirium são de dar água na boca só de lembrar…

BBC