Os Fantásticos Pubs Irlandeses – Dublin

Ao se mencionar a palavra pub, talvez umas das primeiras coisas que se vem à cabeça é a Irlanda. E não é por menos, já que esse país é famoso por seus pubs e pelo turistas em busca de turismo cervejeiro, sendo considerado por muitos o precursor da “cultura pub” mundo afora, onde o primeiro pub que se tem notícia, o Brazen Head, foi fundado na cidade de Dublin em 1198.

Brazen Head Pub

Em frente ao pub Brazen Head.

Hoje em dia é praticamente impossível encontrar um país onde não seja encontrado um pub irlandês, ou pelo menos uma tentativa de se recriar esse tipo de ambiente.

E porque eles são famosos? A boa música, a comida, o ambiente aconchegante e, invariávelmente, a cerveja seriam as melhores respostas. Mas não é tão somente isso que faz dos pubs irlandeses ambientes requisitados no mundo todo. Há uma magia, algo quase místico envolvendo esses lugares. Eu não saberia dizer se é pelo estilo de decoração, com muita madeira lembrando tavernas medievais, se seria pelo toque de misticismo presente na escrita gaélica que inspirou até mesmo Tolkien em seus livros (lembrando que a sinalética irlandesa é dupla, sempre escrita em gaélico e inglês, apesar dos nomes dos estabelecimentos serem, em sua grande maioria, escritos em inglês com estilo gaélico de escrita, com exceção do oeste irlandês, onde há um apelo inclusive turístico por uma sinalética apenas gaélica) ou se seria pelo espirito descontraído, festeiro e cervejeiro do povo irlandês. Talvez uma mistura de tudo, mas não me arrisco a dizer.

Não há uma definição exata sobre o que é um pub, mas seu nome vem de public house, um lugar onde as pessoas se reuniam para se divertir, sem nenhum compromisso além desse. Históricamente um pub seria a fusão entre Tavern Houses, locais que no passado eram destinados aos encontros dos comerciantes locais para efetuar negociações e tomar vinho; os Inns, que eram hospedarias geralmente ligadas a mosteiros e eram destinados aos forasteiros e; as Alehouses, que nada mais eram que locais onde as donas de casa produziam cerveja e as vendiam para os frequentadores em busca de diversão. Como cada um foi absorvendo as características do outro (é comum encontrar albergues e alguns hotéis ligados a algum pub) e, pricipalmente a partir do final do século XIX, com a busca por espaços onde se pudesse comer, beber e ouvir boa música, passou-se então a serem estabelecidos locais com as características dos pubs que conhecemos hoje, que são locais intimistas, com decorações ligadas aos produtos da casa e torneiras de chope, com a logomarca das respectivas cervejas, ao longo dos balcões.

Um pub em Howth

Na varanda de um pub em um dia de sol na Irlanda.

Deixando para este post algumas considerações sobre somente os pubs de Dublin e guardando para outro post as informações sobre outros lugares da Irlanda, cabe dizer que os irlandeses são bons em receber os turistas e se sentem orgulhosos quando forasteiros se interessam por sua cultura, inclusive a dos pubs. Elogios poupados podem privá-lo de conhecer um lado anfitrião que muitos turístas acabam não conhecendo.

Se eu fosse fazer uma lista dos pubs de Dublin, essa lista teria mais de 1000 estabelecimentos, ou seja, é mais fácil me conter a explicar sobre os pubs em geral e listar alguns que podem representar aqueles aos quais eles se assemelham. Lembrando que são nos pubs onde se dá o maior consumo de toda a cerveja produzida na Irlanda, como dito no post anterior.

A região do Temple Bar, que é formada por vários quarteirões ao redor de uma rua bem no centro de Dublin (sendo que por lá algumas ruas e avenidas costumam mudar de nome a cada curva) é famosa por ter uma grande concentração de pubs. Alguns deles são:

  • Oliver Saint John Gogarty: famoso por (em se tratando de bebidas) só vender bebidas alcoólicas ele possui dois ambientes. Um onde é servida a comida, com um vasto cardápio da culinária irlandesa e o outro que é um espaço dedicado à música ao vivo.
  • Hard Rock Cafe: apesar do estilo americano, o interior tem muita coisa dos pubs irlandeses, além das cervejas e da venda de artigos relacionados à Irlanda e à Guinness.
  • The Quay´s Bar: Boa música todos os dias, incluindo música típica e rock´n roll. Muita cerveja irlandesa e um ambiente mais descontraído, com muita gente alegre e receptiva sempre.
  • Fitzsimons: um pub formado por vários ambientes espalhados pelos seus 5 andares, com direito a música ao vivo, boate e um grande terraço ao ar livre destinado aos fumantes. Além de ter uma grande variedade de cervejas, incluindo artesanais irlandesas, é famoso por ser o destino de muitos estudantes estrangeiros nos fins de semana. Não é permitido uso de boinas e chapéis em seu interior, o que me fez dar meia volta algumas vezes que tentei passar por lá. Destaque por ser o único pub com um terraço aquecido e sem cobertura.
Porterhouse Pub.

O público curtindo uma música ao vivo dentro do Porterhouse, um típico pub da região do Temple Bar.

A Camdem Street também é famosa por seus pubs inusitados, inspiradores e muito procurados pelos nativos. Seus pubs são famosos pelos BeerGarden, que são locais ao ar livre, destinados ao consumo de cerveja, além de serem áreas para fumantes. Dentre os mais famosos destacam-se:

  • Whelan´s: acabou ficando famoso por ter sido palco da gravação de uma das cenas do filme P.S. Eu te Amo. Boa comida, principalmente petiscos (ou finger food) e ambientes variados. Famoso também por seu ambiente de música ao vivo que é palco para grandes nomes locais.
  • The Bleeding Horse: muito rock´n roll ao vivo com uma “pista de dança” onde o público consome cerveja em pé, enquanto apreciam as bandas tocarem sucessos variados como 70´s, 80´s e 90´s. Fundado em 1649, ele conserva traços da época de sua fundação com certos toques de contemporaneidade.
  • The Bernard Shaw: George Bernard Shaw foi um famoso escritor irlandês e esse pub homônimo não poderia deixar de também ser famoso. Além de uma ampla carta de cerveja e do amplo BeerGarden, uma boa pedida são as pizzas lá. Dizem que até mesmo os italianos costumam elogiá-las. É comum serem servidas cervejas artesanais de forma sazonal por lá.
  • Flennery´s Bar and Cafe: ambiente de decoração rústica, frequentado por um público jovem nos finais de semana, é um bom destino para quem procura um pouco de curtição. É também um bom lugar para se conversar e conhecer pessoas interessantes, já que durante a semana, todos estão lá para isso.

E são tantos outros pubs que ficaria difícil listá-los sem que fossem feitas injustiças com as centenas de pubs que iriam ficar de fora da lista. Mas vamos lá:

The Grand Social: localizado às margens do rio Liffey, este pub é palco para um mercado de pulgas (uma feira de compra, venda e troca de itens variados) durante as tardes de sábado. Existe um palco destinado a música ao vivo em seu primeiro andar. No segundo andar está localizada área de fumantes, em seu terraço, além de um outro palco destinado a Stand Up Comedies e a aulas de dança irlandesa.

Dicey´s: localizado nos arredores do parque Saint Stephens Green, esse pub é o destino certo dos brasileiros nas terças-feiras, quando as pints são vendidas por €2,00 (sendo que em certos pubs uma pint pode chegar a €7,00). São inúmeros ambientes, com música ao vivo, telões para fãs de esporte, boate com DJ´s e uma área V.I.P muito elegante.

O´Neills Bar and Restaurant: é servido um almoço do tipo self service (mas não é você quem serve, contraditoriamente) com inúmeras opções de dar água ná boca, além de ser um pub com vários ambientes interligados, cheios de escadas, no melhor estilo de uma taverna. Está localizado próximo ao Trinity College e à Grafton Street. Além de tudo, é um pub onde são servidas cervejas de diversas cervejarias artesanais da Irlanda.

Woolshed: apesar de não ser um pub tipicamente irlandês e sim australiano, ele é muito frequentado por estrangeiros amantes de esportes como Rugby, Futebol Americano e o Futebol, ou seja, é também muito frequentado por brasileiros, já que está sempre transmitindo jogos dos campeonatos daqui do Brasil. Destaque para as promoções de cerveja caso compradas em jarras de 1,5 litros (conhecidas como pitcher) e para as Spicy Chook Wings acompanhadas de molho Blue Cheese.

Pubs irlandeses

Uma refeição ao ar livre, na varanda de um pub, num raro dia ensolarado e “quente” em Howth, cidade praiana da região metropolitana de Dublin.

Existem ainda os pubs mais afastados do centro, que são frequentados pelos mais velhos a procura de um espaço para relaxar e curtir uma boa cerveja, ou uma música mais tranquila e certamente existem muitos outros pubs com histórias ainda mais interessantes, além de outros 3 pubs que merecem um destaque maior (por isso irei escrever outros posts em especial para eles): O Temple Bar Pub, o Porter House (o que está localizado na região do Temple Bar) e o Messrs Maguire, sendo o primeiro um dos pubs mais famosos da Irlanda, frequentado por turistas do mundo todo, enquanto os outros dois são brewpubs famosos por produzirem suas próprias cervejas que são dignas de rivalizar com os grandes nomes irlandeses.

Vale lembrar que, por serem “espaços públicos”, a maioria dos pubs não cobram entrada e os que o fazem, costumam faze-lo depois das 23h.

Outra coisa é que a lei antitabagismo é seguida à risca na Irlanda, portanto, nada de fumar no interior dos pubs, a menos que você esteja em um fumódromo.

E depois de toda essa jornada pelos pubs de Dublin, é melhor reservar um tempo para descansar, pois a Irlanda, apesar de pequena territorialmente, é um país cheio de grandes maravilhas, mistérios e lendas a serem exploradas e conhecidas, tudo sempre seguido de umas boas pints de cerveja, em algum pub, depois dos passeios e visitas por cada um dos seus encantadores destinos, o que torna as viagens para a Ilha Esmeralda ainda mais inspiradoras. E se perguntar para os locais o que há para se fazer ou para onde ir depois de um dia exaustivo eles certamente responderão: “The pub”.

Quer saber mais sobre a Irlanda? Viste estes blogs:

Vida na Irlanda

E-Dublin

Discover Ireland

How Stuff Works

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • Banheira de cerveja
    Banheira de cerveja na Re...
  • Brasil Brau
    Brasil Brau 2013 em São ...
  • Atitude Artesanal, Cerveja e Rock'n Roll
    Clube Chalezinho e Price ...
  • Inglaterra
    Turismo cervejeiro: Ingla...
  • http://www.blogger.com/profile/13960376949323912954 Beth Muniz

    Em Nome do Pai!- (Filme)
    Que cidade maravilhosa, de história colossal…
    Um abraço.

    • http://www.blogger.com/profile/03189301942271218843 Johnnie Lustoza

      Sem dúvida um grande filme acerca de uma triste história. Felizmente as coisas mudaram por lá, apesar de ainda existir um resquício do conflito entre as religiões.
      Um abraço e obrigado.

  • http://www.blogger.com/profile/13960376949323912954 Beth Muniz

    Johnnie,
    Não te vi no Travessia…

Eventos

BBC