Impostos: 60% do valor pago em sua cerveja pertencem ao Governo

Impostos

 

O Brasil é conhecido por ser um país com as mais altas taxas de impostos do mundo, e a cerveja não foge à regra: 60% do valor que você paga em sua bebida são impostos.

Devido às altas taxas tributárias do Brasil, mais da metade do valor pago em sua cerveja vai direto para o governo. No preço emitido pela cervejaria estão inclusos IPI, PIS, COFINS, ICMS e ICMS ST. As cervejas artesanais são as que mais sofrem tributação, chegando a 40%, contra 25% das industriais.

Mesmo com os valores já abusivos, o Governo pretende subir os impostos de Pis/Cofins de produtos importados e do setor de cosméticos, e sobre produtos industrializados (IPI) de bebidas frias (cervejas, refrigerantes, isotônicos e água).  O objetivo é arrecadar R$ 4 bilhões que serviriam para o Tesouro Nacional aumentar seus repasses para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

A medida é devido ao aumento dos custos no setor elétrico neste ano, afetado pelo acionamento das termelétricas em meio à forte seca que abateu sobre o país.

Saiba como funciona esse calculo na matéria publicada no Papo de Bar.

< voltar

Leia outras notícias relacionadas

  • 15 de abril_quadrado
    Dry Sout, da Taberna do V...
  • Pumpkin
    Já pensou em experimenta...
  • cerveja-especial-de-páscoa-02
    Brazilian Cacau Ale: conh...
  • 60 Minute IPA em lata
    Dogfish Head lançará su...

Empório da Cerveja

BBC